HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

   

ONGS
ONG Amigo Bicho busca mais voluntários 05/02/2016 às 19:17:05
 
Integrantes da ONG e representantes do poder público estiveram reunidos esta semana
Integrantes da ONG e representantes do poder público estiveram reunidos esta semana

A ONG Amigo Bicho, com atuação em Venâncio Aires desde 2010, pretende ampliar o seu trabalho na cidade em 2016 e, para isso, busca agregar novos voluntários e apoiadores da causa animal, além de ter aprovado o projeto de subvenção social da Prefeitura que prevê repasse de R$ 32 mil este ano para a entidade. A Amigo Bicho tem exercido papel fundamental no sentido de tirar das ruas os cães e gatos em situação de risco e vulnerabilidade. As ações têm envolvido muitos moradores de locais próximos a pontos onde são encontrados animais abandonados, sem alimentação e que sofrem com várias doenças.

Presidente da ONG, a professora aposentada Nais Elisete de Andrade recorda que recentemente, um homem que reside perto de onde foi achada uma cadela com sete filhotes se dispôs a cuidar daquela ninhada enquanto os cachorrinhos não tivessem condições de 'se virar'. 'Era uma cadela arisca, que tinha dado cria no meio de uma capoeira, perto do Condomínio Pôr-do-Sol, no Bairro Aviação. Não deixava ninguém chegar perto, mas o morador virou voluntário e colocava ração e água todos dias', explica. Nais de Andrade salienta a importância de atitudes como a desse cidadão, que embora não tivesse responsabilidade pelos animais, se prontificou a ajudar. 'A mãe precisava amamentar e não podia sair daquele lugar. O voluntário garantiu que quatro filhotes sobrevivessem. Três morreram', lamenta ela.

A entidade foi criada, segundo a presidente, por algumas pessoas que sentiam 'pena e apreço' pelos animais. Aos poucos, foi ganhando associados, número que chega atualmente a 100 pessoas. Cada uma delas faz doações mensais espontâneas, com o recurso sendo revertido para castrações, compra de ração e acessórios e campanhas de doação. Há dois anos a Prefeitura destina subvenção social à Amigo Bicho para colaborar com o trabalho dos voluntários. Assim que acabar o recesso da Câmara de Vereadores, o Executivo encaminhará projeto que prevê a destinação de recursos para a causa. O valor de R$ 32 mil seria repassado em oito parcelas de R$ 4 mil. A situação já foi encaminhada em reunião esta semana, com a presença do prefeito Airton Artus e do secretário e Saúde, Celso Artus, além de voluntários.

SAÚDE PÚBLICA - De acordo com Nais, o envolvimento do poder público 'faz toda a diferença para a continuidade do trabalho da ONG'. O montante disponibilizado por intermédio da parceria é empregado no custeio de castrações cirúrgicas, principalmente, mas também reforça o caixa da entidade para a compra de medicamentos. 'Esta é uma questão de saúde pública. Posso afirmar que temos milhares de animais soltos por todos os bairros da cidade. A metade deles tem dono, que nesses casos são irresponsáveis. Todos precisam se preocupar com isso. É uma questão do poder público e da coletividade', frisa. A presidente sugere também a criação de conselho que trate constantemente desse assunto, elaborando leis específicas para captação de verbas destinadas a financiar e desenvolver ações voltadas para os animais domésticos.

CASTRAÇÕES - De acordo com Nais Elisete de Andrade, uma castração de fêmea de grande porte custa cerca de R$ 800. Conforme o tamanho do animal, o valor tende a sofrer um abatimento. No caso dos machos, a castração, segundo ela, gira em torno de R$ 500 para os de grande porte. Animais menores podem ser castrados por R$ 350, aproximadamente. Depois de castrados, eles normalmente são mais bem aceitos por quem está propenso a adotar, já que os novos tutores (donos) não terão preocupação com eventuais ninhadas. Para obter mais informações, entre em contato pelo e-mail amigobichovenancioaires@gmail.com ou procure a página da entidade no Facebook. Além das doações de voluntários e do dinheiro repassado pela Prefeitura, a entidade conta também com pontos de coleta de doações no comércio de Venâncio Aires. O total arrecadado gira na média de R$ 300 a R$ 400, mensalmente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: (Folha do Mate)

 






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Uso do xampu seco em cães
21/07/2018 às 18:55:07

Diagnóstico e prevenção de borreliose
21/07/2018 às 18:52:52

Otterhound ou cão de lontra: saiba mais sobre esse cão
21/07/2018 às 18:49:54

Deputados derrubam veto do governador e testes de cosméticos em animais são proibidos em Minas
17/07/2018 às 20:05:55


© Canil Garra 2018. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco