HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

    Rede Aleluia Anuncie

DOENÇAS
Doenças da próstata em seu animal de estimação 03/04/2018 às 13:32:45

Muito destaque tem sido dado à importância da prevenção de doenças da próstata em seres humanos e, embora seja difícil de acreditar, o mesmo se aplica aos nossos cães. Nossos amigos de quatro patas também começam a ter problemas na próstata à medida em que envelhecem. O diagnóstico e o tratamento precoce proporcionarão maior bem-estar nessa etapa de vida de nossos pets.

A próstata é uma glândula cujo funcionamento depende dos hormôniossexuais. Ela está localizada na base da bexiga e seu tamanho varia de acordo com a raça e idade do cão.

 

Que sintomas podem ser vistos em um cão com doenças da próstata?

Entre os sintomas aos quais devemos estar atentos estão aqueles relacionados ao sistema urinário. A dificuldade em urinar, o aumento da frequência urinária, mas em pequenas quantidades, sangue na urina, incontinência ou sangue no pênis, o fato do cão não urinar também, deve chamar nossa atenção.

Problemas ao andar também podem ser indicadores de doenças da próstata em nosso cão. Quando aumentada, essa glândula pressiona os nervos, o que causa claudicação ou um andar rígido.

Dificuldade e dor para defecar também podem ser causadas pela pressão da próstata no intestino. Outros sintomas que também podem ocorrer são: depressão, diminuição do apetite e do peso, febre, entre outros. Nesse sentido, o veterinário indicará os exames necessários para um diagnóstico adequado.

 

As doenças da próstata mais comuns em seu animal de estimação

  • Abscessos: são sacos cheios de pus na próstata, o que indica uma infecção bacteriana. Os abscessos prostáticos devem ser drenados cirurgicamente para evitar a peritonite. O cão pode ter dificuldades para urinar e defecar, febre, falta de apetite e dor.
  • Hiperplasia prostática: é uma das doenças mais comuns da próstata, cuja probabilidade aumenta com a idade. Consiste em um aumento nas células da próstata que leva a um aumento da glândula.

Essa patologia é frequente em animais com mais de oito anos e pode causar dificuldade para defecar. Uma ultrassonografia, palpação e análise de fluidos serão necessárias para um bom diagnóstico.

 
  • Prostatite: é a inflamação da próstata e pode ter origem bacterianaou hormonal. Se for de natureza hormonal, a castração será recomendada; quando tem origem bacteriana, deve ser tratada com antibióticos até que a infecção desapareça.

O cão pode ter falta de apetite, vômitos, secreções na urina, urina com sangue e dor ao urinar. Um exame de sangue e de urina também serão necessários para diagnosticar uma prostatite.

  • Tumores na próstata: uma baixa proporção de cães que passam por doenças da próstata pode apresentar tumores. Se ele os tiver, quase sempre eles serão malignos. O cão pode ter dor, perda de peso, falta de apetite e dificuldade para urinar e defecar.

A biópsia será o caminho para diagnosticar a malignidade do tumor da próstata. Por outro lado, a cirurgia é o caminho para atacar esse problema, mas ela deixa sequelas no sistema urinário do cão.

Atividades para aliviar os sintomas de nosso cão

Há algumas atividades que podemos desenvolver com o nosso cão ainda que ele já tenha doenças da próstata. A ideia é fazer com que ele se sinta o mais confortável possível em paralelo ao tratamento recomendado pelo veterinário.

  • Farelo de aveia é recomendado para aliviar problemas de constipação comuns em cães com estas condições. A fibra ajudará a eliminar as fezes mais facilmente e com menos dor. Se o problema for mais sério, podemos pedir ao veterinário para prescrever um laxante para regularizar sua função intestinal.
  • O exercício também é uma atividade aconselhável para a constipação. Como o nosso cão provavelmente estará com dor, os passeios deverão ser suaves e calmos.
  • O fornecimento de bastante líquido para o nosso cão irá tornar a urina mais diluída, o que ajudará a diminuir a probabilidade de infecções. Levá-lo mais vezes para urinar também o ajudará a sentir-se mais aliviado, especialmente se ele sentir que não o apressamos.
  • A castração é o único método que pode prevenir doenças da próstata em nosso animal de estimação; se você não quiser castrar o seu animal, será necessário manter seus controles veterinários atualizados. Finalmente, um diagnóstico precoce de qualquer condição na próstata significará uma melhor qualidade de vida para o seu cão.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: (Meus Animais)

 






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Sandra Bullock doa 100 mil dólares para ajudar animais vítimas de incêndio
15/11/2018 às 20:15:23

Conheça os alimentos mais venenosos para seu cão
06/11/2018 às 23:11:07

Um cão de rua entra em uma delegacia e se torna policial
06/11/2018 às 23:08:19

Quantas refeições o seu cão deve fazer?
06/11/2018 às 23:05:53


© Canil Garra 2018. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco