HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

    Rede Aleluia Anuncie

PARASITAS
Carrapatos 28/03/2014 às 12:49:33

Carrapatos no seu cãozinho podem acabar com o seu sossego e com a paz do seu pet. Além do seu cão poder sentir muita coceira, ele também estará vulnerável a outras doenças que podem surgir depois da hospedagem desses ácaros. Neste artigo, nós trataremos de quais são os cuidados essenciais para prevenir, os sintomas comuns e qual o tratamento necessário para eliminarmos definitivamente o problema que os carrapatos em cachorro geram. Aproveitaremos para também compartilharmos as experiências dos nossos usuários da comunidade, experiência sempre ajuda, não é verdade? 

Outra informação importante é que os carrapatos além de atacarem animais, também podem atacar humanos. Então, mesmo que o seu pet não tenha, fique ligado em nossas dicas e previna-se.

Veja em nossa comunidade dicas para curar carrapatos:

  1. Receita caseira para acabar com carrapatos
  2. Dicas simples para remover carrapatos em cachorro.
  3. Como cicatrizar feridas de carrapato no cachorro?
  4. Meu cão está com coceira, o que pode ser?

Trate o problema do carrapato com produtos especializados

Dependendo do caso, pode ser mais prático e eficaz realizar um tratamento convencional para se livrar dos carrapatos, o MeuAmigoPet está com uma promoção interessante no produto Frontline® Topspot, que além de ajudar no combate aos carrapatos por até 4 semanas, também deixa seu animalzinho protegido de pulgas por até 3 meses. Conheça na versão spray ou pipeta, vale a pena por ter essas três vantagens inclusas.

Quais são os tipos de carrapatos podem atacar o meu cãozinho?

Rhipicephalus sanguineus, mais conhecido como carrapato vermelho do cão, é um parasita que assombra os nossos amigos caninos. A pequena praga exige três hospedeiros para completar o ciclo (trioxeno). Ao finalizar um ciclo, o carrapato terá que buscar um novo hospedeiro (ou seja, um novo cãozinho). Para escolher a próxima vítima, o carrapato vermelho do cão utiliza do seu Órgão de Haller, um órgão sensorial que os carrapatos utilizam para encontrar um hospedeiro. O órgão age como se fossem os olhos do carrapato. Após a escolha já feita, ele poderá atacar qualquer região do corpo, porém é mais frequente que o ataque seja nos membros anteriores e nas orelhas.

 

Imagem carrapato estrelaCarrapato estrela. O carrapato Amblyomma cajennenseou popularmente conhecido como rodoleiro ou carrapato estrela, é um ácaro que ataca humanos e animais. Sendo mais comum o ataque em cavalos. O carrapato estrela geralmente é encontrado em florestas com vegetação densa, próximo a riachos ou rios, e em áreas que os animais frequentam. Nos adultos as cores podem ser o marrom ou o bege. As fêmeas de carrapato estrela tem um único ponto branco nas costas, já os machos possuem pontos brancos por todo o corpo. Eles são encontrados com abundância nas regiões sudeste e centro oeste, porém são distribuídos limitadamente nas outras regiões do país também.

Morar em prédio impede o ataque de carrapatos?

É importante ressaltar que o carrapato vermelho do cão sobe paredes. Dessa forma, morar em um prédio não excluirá o cão de ser atacado. Não adiantará colocar veneno somente no terreno, eles se escondem em muros, paredes e em vãos de madeira. O lugar que eles menos frequentam é o chão.

 

VEJA TAMBÉM: Como curar sarna de cachorro?

 

Quando os carrapatos aparecem?

Os carrapatos se alimentam do sangue dos animais e surgem com o aumento das temperaturas, normalmente do início da primavera até o final do verão. Eles são encontrados em áreas urbanas e também em parques. O problema é que eles se proliferam com muita rapidez. Muitos acham que eles voam ou pulam como as pulgas, no entanto ele chega até seu alvo andando e se agarram na pele do animal.

O carrapato mais conhecido por atacar os cães é o carrapato vermelho do cão. Para ter ideia da rapidez da disseminação, um carrapato fêmea põe em média de 200 a três mil ovos por dia. Nem todas as espécies transmitem doenças.

Como tratar a doença do carrapato

 

Com quais sintomas meu cachorro estará se estiver com carrapatos?
Sintomas da doença do carrapato no cão

Ter um cachorro com carrapatos é  uma grande dor de cabeça, tanto para o seu cãozinho, quanto para você. Então, fique atento para sinais como: febre, falta de apetite e gengivas pálidas. Corra para o veterinário para que ele possa fazer exames em seu cãozinho e evite possíveis doenças, como a anemia, babesiose, febre maculosa, entre outras. Todas as doenças podem ser tratadas se detectadas
no início.

Como remover carrapatos do cachorro corretamente?

Removendo um carrapato com pinçaPara remover o carrapato, utilize um pinça sem corte ou luvas descartáveis. Segure o carrapato o mais próximo da superfície da pele do cachorro o possível. Isso diminui a possibilidade de separar a cabeça do carrapato do corpo durante a remoção.

Puxe o carrapato com uma pressão constante. Não torça ou empurre, pois isso pode fazer com que você arranque apenas parte do carrapato, aumentando as chances de infecção. Continue aplicando pressão constante, mesmo que o carrapato não se solte imediatamente. Isso pode demorar de um a dois minutos até que o carrapato se solte.

Como acabar definitivamente com eles?

Para acabar de vez com os carrapatos, você pode pode usar alguns produtos e algumas técnicas especiais. Porém, antes de qualquer coisa, sempre contate um veterinário de sua confiança.

Coleira carrapaticida

É uma coleira especial, que afasta os carrapatos do bichinho. Pode ser adquirida pet shops ou estabelecimentos do segmento pet.

Banhos carrapaticidas

É um banho feito no pet, onde é utilizado algum produto carrapaticida para fazer o tratamento dos carrapatos. Pode ser adquirido em pet shops. Cuide para que o animal não lamba o produto durante o banho ou enquanto estiver molhado.

Carrapaticidas em gotas que possuem longa duração

Fora carrapatoEste produto é geralmente aplicado no dorso do animal, afastando os carrapatos por um período de tempo. Não se esqueça de reaplicar o produto após o término da ação. Em animais com pelo longo, recomenda-se a tosar o animal para facilitar no tratamento. O MeuAmigoPet tem disponível oFrontline® Topspot, que combate os carrapatos por até 4 semanas e também pulgas. Se tiver interesse, você pode ver o produto por este link.

Tratar o ambiente

Os carrapatos se estabelecem dentro de muros, vegetação, frestas de pisos ou paredes. Então o ideal não é tratar apenas o animal, você tem que fazer uma higienização adequada do local onde seu pet costuma ficar. Verifique as frestas de pisos da sua casa, onde o cão costuma dormir, onde você leva ele para passear. Todos esses locais são propensos a ter uma infestação, e podem ser nesses locais que seu pet está se infectando com carrapatos. Muitos donos de cães fazem apenas o tratamento do animal, passando por meses com problemas com carrapatos, enquanto que a fonte do problema são esses locais infestados. Quando realizar o tratamento do ambiente, esteja ciente que esses produtos são tóxicos e que podem prejudicar você e seu bichinho. Leia atentamente as instruções no rótulo de cada produto. A incidência de carrapatos em épocas quentes é maior. Redobre os cuidados nesses períodos. Consulte o veterinário antes de utilizar qualquer produto.

 

Quais são as doenças que esses ácaros causam?

Os carrapatos podem trazer uma série de doenças que comprometem a saúde de seu pet.

Erliquiose

Erliquiose é uma doença que ataca os glóbulos brancos do sangue do animal podendo causar até anemia. Os sintomas iniciais são a perda de apetite e indisposição, evoluindo para sintomas mais graves como inchaço ou inflamação das patas, febre, vômitos e cegueira.

Babesiose

Ataca os glóbulos vermelhos do sangue podendo causar anemia e problemas na coagulação sanguínea. Os sintomas podem ser febre, letargia, perda de apetite, depressão e ou palidez nas mucosas (comum em animais anêmicos).

Resumindo, carrapatos e cachorros não combinam. Eles são muito perigosos e podem transmitir doenças. Deixe sempre limpas as áreas de sua casa. Utilize carrapaticidas para prevenir o aparecimento de carrapatos no seu cachorro. De vez em quando, verifique se não há nenhum bicho estranho no corpo de seu amiguinho.

Caso seu animalzinho esteja com carrapato, procure ajuda de um especialista o quanto antes. Dependendo do caso, produtos carrapaticidas podem ajudar bastante também. O importante é você cuidar bem de seu animalzinho e não deixar que nenhum carrapato atrapalhe sua saúde.

Se você já teve algum pet com carrapato, deixe seu relato nos comentários logo abaixo. Comente como tratou seu animalzinho e como conseguiu se livrar dos carrapatos. Você também pode usar esta área se tiver alguma dúvida sobre o assunto.

Fontes: http://www.tickencounter.org/tick_identification/tick_species (em inglês)

Por: Filipi S. A

Fonte: (http://www.blupet.com.br/)






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Como fazer uma papinha para o desmame dos filhotes?
22/01/2018 às 22:16:15

Seu bebê e um gato podem conviver bem?
22/01/2018 às 22:12:17

Como treinar seu cão para fazer exames?
22/01/2018 às 22:09:13

Você sabia que existe comida congelada para cachorro?
22/01/2018 às 22:04:41


© Canil Garra 2018. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco