HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

   

DERMATOLOGIA
Mudanças na cor da pele e pelagem dos cães 02/04/2014 às 20:16:20

Mudanças na cor da pele e pelagem dos animais

A cor natural da pele animais depende da quantidade e localização da melanina e de outros pigmentos presentes tanto na pele quanto no pêlo.

Quando um animal apresenta um escurecimento da pele, chamamos isto deHIPERPIGMENTAÇÃO OU MELANODERMIA, e quando ocorre ao contrario, ou seja, diminuição ou perda da cor natural chamamos de HIPOPIGMENTAÇÃO OU LEUCODERMIA. O mesmo vale para mudanças na cor do pêlo: leucotriquia (pêlo que se tornou mais claro) e melanotriquia (pêlo que se tornou mais escuro).

Causas que levam a estas alterações:

LENTIGO: manchas negras no abdômen (região das mamas), de origem hereditária.

ACANTOSE NIGRICANTE: comum em cães da raça Teckel (antigo Dachshund ou salsichinha); pode ser de origem genética ou decorrente de alergias e micoses. Aparece como manchas negras acompanhadas de uma maior espessura e aspereza da pele na região axilar e inguinal (virilha).

MANCHAS PÓS-INFLAMATÓRIAS: decorrentes de lesões cutâneas de origem inflamatória (cicatrizes, infecções bacterianas da pele sarna negras e micose, etc.). Muitas delas regridem quando tratamos a causa de base.

ALTERAÇÕES HORMONAIS: problemas decorrentes do mau funcionamento das tireóides, das gônadas (testículos e ovários) e das glândulas adrenais promovem manchas na pele e mudança na cor dos pêlos.

USO DE MEDICAMENTOS: drogas como mitotane e menociclina podem promover escurecimento da pele e do pelame.

TUMORES CUTÂNEOS: melanomas, carcinoma baso-celulares, fibromas e outros tumores podem aparecer como manchas em relevo de coloração castanho escuro ou nódulos (massas sólidas com mais de 1 cm de diâmetro) enegrecidos.

Causas que o cão perde a coloração da pele:

ALBINISMO: hereditário e genético caracteriza-se pela brancura total dos pêlos e da pele.

VITILIGO: mais freqüente nas raças Pastor alemão, Rotweiller, Dobermann e Schanuzer gigante, bem e de origem genética e hereditária, acarretando perda da coloração do pêlo e/ou da pele que normalmente se inicia pela cabeça, envolvendo inclusive os coxins e as unhas.

DEPIGMENTAÇÃO NASAL ("DUDLEY NOSE, SNOW NOSE"): de causa desconhecida, aparece como uma perda gradual da cor negra ou castanho-escura do nariz, que adquire uma cor desbotada. Pode haver uma melhora espontânea, ou ciclos de melhora (nos meses mais quentes) e piora (nos meses mais frios do ano). É comum dentre os cães Labradores, Golden Retriever, Husky siberiano, Bernese Mountain dog, Pastores alemães e Poodles. É importante se fazer a diferenciação com dermatite de contato pelo uso de comedouros plásticos, bem como com outras doenças, como as auto-imunes, citadas a seguir.

Existem muitas outras causas, mas estas são as mais corriqueiras. Cada uma delas pode ser diagnosticada preferencialmente pelo clínico veterinário especialista em dermatologia, mediante um bom exame clínico.

 

 

Fonte: (http://bobbybanhoetosa.blogspot.com.br/)






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
BH terá 357 postos abertos neste sábado para vacinação antirrábica; confira os locais
19/09/2018 às 20:39:23

Operação de proteção da mata atlântica termina com dois presos e mais de R$ 5 mi em multas em Minas
17/09/2018 às 22:01:12

9º Encontro de Cães e Criadores acontece em Itabira, MG
17/09/2018 às 21:35:49

Todo sobre a fauna siberiana
11/09/2018 às 22:45:24


© Canil Garra 2018. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco