HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

    cachorro_mexendo_rabo_1

Notícias
As doenças que mais atingem os cães idosos 23/03/2018 às 20:24:06

Conforme as pessoas envelhecem, todo o corpo vai ficando fraco e vulnerável, o que torna o organismo suscetíveis a contrair diversas doenças. O quadro ainda pode ser pior porque, como o metabolismo perde a potência, se recuperar fica bem mais complicado. O mesmo processo acontece com os cães idosos. Eles também perdem força e energia, ficando expostos a problemas de saúde. 

Por esse motivo, quem tem cães idosos em casa precisa ter atenção redobrada com a sua saúde. Quanto mais rápido a doença é diagnosticada, melhor será as chances de cura. Assim, o bichinho não fica sofrendo com os sintomas e aumenta sua expectativa de vida. Para se prevenir, confira uma lista das enfermidades que mais atingem cachorros de idade avançada. 

Confira cuidados necessários ao seu cão idoso!
Reprodução
Confira cuidados necessários ao seu cão idoso!

Câncer

Com a chegada da velhice, as chances do câncer se desenvolver aumentam consideravelmente, já que todo o organismo do cão fica enfraquecido. Apesar de não ter cura, se o animal for diagnosticado rapidamente, as chances de recuperação são altas. Ele provavelmente passará por quimioterapia, mas o tratamento adequado dependerá do veterinário. 

Para evitar que o câncer avance, leve o pet para realizar exames regulares e fique atento a alguns sintomas: perda de apetite e de peso, dificuldades para comer, feridas que demoram a cicatrizar, inchaços anormais, sangramentos, odor estranho, dificuldades em urinar, defecar e respirar e exaustão na hora de fazer exercícios.

Obesidade

A obesidade é difícil de evitar na velhice, o cão perde boa parte da energia e vivacidade de quando era jovem, então começa a acumular calorias. O dono também é um grande culpado nisso, já que automaticamente diminui a quantidade de passeios e brincadeiras por achar que o pet precisa descansar. Aliado a isso, não troca a ração para a sênior e continua oferecendo a mesma quantidade de comida de sempre. Todas essas ações reunidas levam o cão a ficar acima do peso. 

Para evitar essa situação, basta não abolir os exercícios físicos e as brincadeiras. Você deve brincar bastante com seu cão, mas sempre respeitando seus limites e deixando-o descansar, permita esse momento. Não se esqueça de trocar a ração também, pois a sênior é feita exatamente para pets idosos e contém menos calorias.

Conheça as doenças mais comuns e cães idosos para se previnir
reprodução shutterstock
Conheça as doenças mais comuns e cães idosos para se previnir

 

Catarata

Assim como os humanos, os cães também vão perdendo a qualidade do olhar com a velhice. No caso da catarata, é a perda total ou parcial da visão. Você notará que os olhos começarão a ter um aspecto nublado e o pet esbarra em todos os objetos da casa. 

Se for diagnosticado cedo, principalmente quando o cão não está tão idoso, é possível realizar uma cirurgia e resolver o problema. Caso não seja possível essa alternativa, as chances dele ficar cego são altas e caberá ao dono ajudar o bichinho a andar pela casa. 

Problemas cardíacos

O coração é um órgão importante e que precisar de cuidados sempre. Os cães idosos estão propensos a desenvolver problemas cardíacos, principalmente nas válvulas do coração. Para diagnosticar o problema a tempo fique atento a alguns sinais dados pelo pet, como cansaço acima do normal durante a atividade física, perda de peso, falta de ar, língua arroxeada e tosse. 

Osteoartrite

Essa doença é bastante comum na velhice porque tem a ver com o envelhecimento natural das cartilagens, que se desgastam com o tempo. Não tem como evitá-la, mas é possível retardá-la. Fique de olhos em alguns sintomas, como dificuldades para subir escadas ou rigidez quando levanta, perda dos músculos e comportamento irritadiço. Se não for tratada rapidamente, a enfermidade pode piorar. Além disso, cães obesos ou de porte grande são mais propenso a desenvolver a doença. 

Conheça as doenças mais comuns e cães idosos para se previnir
reprodução shutterstock
Conheça as doenças mais comuns e cães idosos para se previnir

Problemas dentais

Assim como as cartilagens, os dentes vão se desgastando com o tempo e perdendo sua qualidade, aumentando as chances de desenvolver problemas. Os sintomas claros de doenças periodontais é o forte mau-hálito, mudanças na alimentação e perda de peso. É importante diagnosticar e tratar a enfermidade o mais rápido possível para o cão não perder nenhum dente ou contrair infecção. 

Insuficiência renal

Problemas no rim podem aparecer em qualquer idade, mas é mais propenso nos idosos. A doença aparece quando esse órgão começa a ter dificuldades para transformar a água em urina. Como consequência, os rins diminuem de tamanho e ficam fibrosos e enrugados. Dentre os sintomas, xixi em grandes quantidades, aumento da sede, perda de peso e apetite, fraqueza e até vômito. Consulte um profissional para saber como tratar a doença. 

Para evitar, ou pelo menos diagnosticar com antecedência todas essas doenças, é importante realizar exame regulares nos cães idosos. Esse procedimento de rotina deve ser feito em qualquer idade, mas se torna imprescindível na velhice. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: (Canal do Pet)






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
9 dicas para viajar em segurança com o pet
20/06/2018 às 21:10:25

Dicas para a criação do golden retriever
18/06/2018 às 22:24:35

O treinamento do pastor alemão, um cachorro incrível
18/06/2018 às 22:21:24

O melhor alimento para cães com osteoartrite
18/06/2018 às 22:19:00


© Canil Garra 2018. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco