HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

   

Notícias
Tártaro em cães – Riscos, como prevenir e tratar Fonte: Tártaro em cães - Riscos, como prevenir e tratar 27/09/2018 às 22:39:40

Assim como os seres humanos, os cachorros também desenvolvem o tártaro e isso muitas vezes é negligenciado pelos tutores de cães e gatos. Muitas vezes os donos não sabem nem em que estado estão os dentes do animal pois não tem o costume de checar a boca do cão com frequência.
 
Às vezes os dentes da frente parecem saudáveis mas os dentes de trás estão cheios de tártaro. Tenha o costume de sempre verificar como estão os dentes do seu cachorro e saiba identificar o tártaro.
 
Se você não se sente seguro para mexer na boca do cachorro (o ideal é acostumar desde filhote), leve-o no veterinário para que o profissional diga se o seu cão precisa da cirurgia de limpeza de tártaro.
 
 

O que é o tártaro?

 
O tártaro é uma placa de bactérias que vai acumulando com o tempo por conta de restos de comida. Mesmo que o cachorro só se alimente de ração seca, biscoitos crocantes para cachorro e petiscos que “limpam” os dentes, muitas vezes isso não é suficiente.
 
 

Os riscos do tártaro

 
O tártaro é um acúmulo de bactérias e ele vai consumindo a gengiva do animal. Conforme o avanço do tártaro, as bactérias podem entrar na corrente sanguínea e irem parar no coração, nos rins e fígado, levando até à morte do cachorro. Sim, tártaro pode matar seu cão.
 
 

Como evitar o tártaro?

 
É importante saber que o tártaro é uma questão de tendência. Alguns cães possuem o pH bucal que facilita o acúmulo do tártaro, assim como algumas pessoas tem mais tendência pra ter placa e outras não.
 
Normalmente, as raças pequenas são mais propensas a ter tártaro, mas isso não é uma regra. Cachorros grandes também podem ter tártaro e há cachorros pequenos que não tem essa tendência. Vai variar de acordo com o indivíduo.
 
A única forma de evitar o tártaro (ou prorrogar o aparecimento dele, caso seja um cão com mais tendência) é a escovação DIÁRIA. Sim, você precisa escovar os dentes do seu cachorro todos os dias. Veja aqui como escovar os dentes do seu cachorro.
 
A pasta de dente canina mais indicada pelos dentistas veterinários é a C.E.T da Virbac. Apesar de ser mais cara que outras pastas, ela é a mais recomendada pelos veterinários quando falamos de prevenir o tártaro. Você pode encontrá-la aqui.
 
Lembrando que se seu cachorro tiver muita tendência a tártaro, mesmo escovando o tártaro pode aparecer, porém se escovar todos os dias você vai adiar esse aparecimento.
 

Como saber se meu cão está com tártaro?

 
Um dos primeiros sintomas do tártaro é o mau-hálito. Às vezes você não vê tanta diferença na coloração dos dentes mas começa a sentir que o cão está com “bafo”, isso normalmente indica que o tártaro está se acumulando.
 
Os dentes afetados pelo tártaro ficam amarelos e vão passando pro marrom. Além disso, o tártaro começa a empurrar a gengiva, deixando-a vermelha, inflamada e em casos mais graves, correm o tecido gengival.
 
Em casos ainda mais graves, o cachorro para de se alimentar, pois o tártaro causa dor e o cachorro começa a evitar a mastigação.
 
tartaro-em-caes
 

Meu cão já está com tártaro, o que fazer?

 
Não procure soluções caseiras para acabar com o tártaro do seu cachorro, procure um veterinário e ele vai dizer se é necessária a cirurgia de limpeza de tártaro. Nada que você faça em casa vai eliminar o tártaro do seu cachorro uma vez que ele estiver instalado.
 
 

Como é o tratamento de tártaro em cães?

 
É feita uma cirurgia simples para a limpeza do tártaro, normalmente realizada por um odonto veterinário (dentista) e um anestesista. A anestesia mais indicada é a inalatória, por ser mais segura para a maioria dos cães.
 
São necessários exames pré-operatórios para ter certeza que seu cachorro está saudável para realizar o procedimento, que é simples e o cão volta pra casa no mesmo dia.
 
Veja abaixo o nosso vlog mostrando o dia da cirurgia da Cléo:
 


 

Limpeza de tártaro caseiro

 
Não siga soluções caseiras, pois o tártaro é mais profundo do que parece, precisa ser feita uma raspagem pelo dentista e o cão precisa estar anestesiado para não sentir dor. Precisa ser feito por um profissional habilitado.


 

Limpeza de tártaro caseiro

 
Não siga soluções caseiras, pois o tártaro é mais profundo do que parece, precisa ser feita uma raspagem pelo dentista e o cão precisa estar anestesiado para não sentir dor. Precisa ser feito por um profissional habilitado.
 
 

     

Spray para tártaro funciona?

 
Apenas a escovação diária ajuda a prevenir o tártaro e apenas a limpeza feita em consultório é capaz de eliminar o tártaro em cães.
 
 

Preço da cirurgia de remoção de tártaro

 
O valor custa em média R$600, sem contar a consulta inicial e os exames pré-operatórios. Esse valor vai depender de acordo com a cidade e a clínica escolhida. Se o veterinário disser que não precisa de exames pré-operatórios, FUJA. Nenhum veterinário pode saber como está a saúde de um cachorro só olhando pra ele.
 
 

Riscos da limpeza de tártaro

 
Como qualquer procedimento cirúrgico com anestesia, existem riscos. Mas esses riscos são reduzidos se você tomar alguns cuidados, como:
 
– exames pré-operatórios
– escolha de uma clínica com infra-estrutura
– escolha de um bom veterinário
– presença de um anestesista além do veterinário que realizará a limpeza
 
É uma cirurgia muito simples, sem cortes. Tomando esses cuidados, é muito difícil que o cachorro venha a óbito.
 
limpeza-de-tartaro-caes
 

Onde fazer limpeza de tártaro

 
Indicamos algumas boas clínicas para você levar seu cachorro para fazer a limpeza de tártaro

 

 

 

 

Fonte: (Tudo Sobre Cachorros)






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Mastim napolitano: Saiba tudo sobre essa raça
03/10/2018 às 22:20:29

Raiva ameaça 170 mil cães e gatos em BH; baixa cobertura vacinal obriga PBH a estender campanha
03/10/2018 às 22:04:29

Pet hotel e sócios são condenados a indenizar família por fuga e desaparecimento de cães
03/10/2018 às 22:00:20

As cadelas podem ter mastite?
02/10/2018 às 22:40:44


© Canil Garra 2018. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco