HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

    Anuncie

VOCÊ SABIA?
Como saber se o meu cachorro está com pedras nos rins 19/08/2017 às 20:36:23

Assim como acontece com as pessoas, os cães podem sofrer de pedra nos rins, uma doença que é causada, principalmente, pelo alimento que consomem. Vamos abordar quais coisas você deve levar em consideração na hora de saber se o seu cão está com cálculos renais.

 

Informações sobre pedras nos rins em cães

Também conhecida como cálculo renal ou urolitíase, essa doença se caracteriza pela presença de pequenos cristas ou pedras, tanto no interior dos rins quanto também no ureter, na bexiga e na uretra.

Essas formações são compostas por substâncias que costumam se formar a partir dos alimentos, depois de consumidos pelos bichinhos. As mais comuns são:

  • Urato de amônia
  • Oxalato de Cálcio
  • Estruvita
  • Cistina

Mas também podem ser encontrados urólitos de fosfato cálcico e silicato.

Sinais de que um cachorro está com pedras nos rins

Quando um cachorro está com pedras nos rins, ele não consegue nos dar sinais aparentes de que sofre desse problema, pelo menos por hora. Entre os sinais que você deve levar em consideração, estão:

  • Presença de sangue na urina
  • Infecções urinárias recorrentes
  • Necessidade frequente de fazer xixi (e quando urina, sai pouca quantidade toda vez)
  • Dificuldade e dor na hora de urinar
  • Vômitos
  • Inflamação na área do abdômen
 

Se você observar algum desses sinais, consulte seu veterinário.

Se o seu cachorro estiver com pedras nos rins, ele poderá manifestar alguns sinais que indiquem que está sofrendo desse problema de saúde. Você deve aprender a identificá-los.

O que fazer quando você descobrir que seu bichinho sofre de pedras nos rins

Quando se confirma o diagnóstico, é possível tratar o problema de diversas maneiras, conforme o tipo e o tamanho dos cálculos renais. Os tratamentos vão desde remédios a intervenções cirúrgicas, sejam elas convencionais ou com o uso de laser. Esses tratamentos buscam destruir essas formações.

De qualquer forma, você deve tentar evitar, principalmente, que seu bichinho sofra obstrução no trato urinário que lhe impeça de evacuar ou urinar.

E, claro, é fundamental que o animal comece a receber uma alimentação de qualidade e de acordo com os problemas de saúde que ele tiver.

As causas que favorecem o aparecimento de pedras nos rins dos cachorros

A comida que o seu animal de estimação recebe costuma ser determinante para a formação dessas pedras. É a partir dela que são produzidos os minerais e dejetos que os rins do animal devem eliminar através da urina.

Leve em consideração, então, que propiciam a formação de cálculos renais:

  • As rações de má qualidade
  • As dietas ricas em proteína (carne ou vísceras)
  • Alimentos com alto conteúdo de cálcio, fósforo, magnésio e vitamina C

Além disso, se o seu animal de estimação não toma uma quantidade suficiente de água diariamente, você também pode estar favorecendo a formação de pedra nos rins.

 Outros fatores que podem gerar a formação de cálculos renais em cachorros

Mas além da alimentação que o bichinho recebe, existem alguns fatores que podem contribuir para o aparecimento de cálculos renais, por exemplo:

  • Embora essa doença seja mais comum em animais adultos, a composição dos cálculos varia conforme a idade do binhinho. Os cálculos de urato e estruvita são mais comuns em cachorros que têm entre 1 e 3 anos de idade. Os de oxalato de cálcio, fosfato cálcico e cistina predominam em cães que têm 5 anos ou mais de idade.
  • Os machos sofrem desse incômodo com mais frequência que as fêmeas.
  • Fatores hereditários, alguns tratamentos farmacológicos, infecções nas vias urinárias e determinados problemas anatômicos também podem influenciar na formação dos cálculos renais.

Raças de bichinhos com predisposição a sofrer de pedras nos rins

Além disso, algumas raças parecem ter uma maior predisposição a desenvolver essa doença. Entre elas estão:

  • Dálmata
  • Buldogue inglês
  • Schnautzer miniatura
  • Yorkshire terrier
  • Terra-nova
  • Lhasa Apso
  • Cocker Spaniel
  • Pastor alemão
  • Shih Tzu

É sempre melhor prevenir do que remediar

Mesmo que às vezes seja impossível evitar que o seu cachorro sofra de pedras nos rins, lembre-se de que você pode tomar algumas medidas para tentar evitá-las:

  • Alimentação de qualidade e de acordo com as necessidades do seu cachorro.
  • Garantir a hidratação correta do bichinho, colocando sempre água limpa e fresca a sua disposição.
  • Permitir que seu cão urine com frequência. Se você não tem um pátio ou jardim onde o animal possa fazer suas necessidades, procure passear com ele várias vezes ao dia.
  • Prestar atenção a qualquer sinal que indique que alguma coisa não vai bem com o xixi do bichinho.
  • Levá-lo ao veterinário para check-ups periódicos.

 

 

Fonte: (Meus Animais)






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Preso por abandonar cinco filhotes de cão deixa cadeia após pagar multa de R$ 6 mil
11/01/2018 às 20:04:07

As raças de cães americanos mais populares
26/12/2017 às 22:32:30

O comportamento de uma manada de lobos
26/12/2017 às 22:30:07

Raças de cães de pastoreio
26/12/2017 às 22:27:12


© Canil Garra 2018. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco