HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

    Rede Aleluia

CURIOSIDADES
Prepare seu cão para o importante momento da chegada de um bebê 24/01/2018 às 20:23:04

Amamos nossos pets, mas se existe um momento em que as estruturas dão uma leve balançada e diversas dúvidas surgem à cabeça, este momento é a maternidade. Os questionamentos mais frequentes são: “Será que meu filho(a) e cão irão se relacionar bem?", “O que eu posso fazer para incentivar um bom relacionamento entre eles?” ou "Eles vão dar muito trabalho?". Para que a chegada de um bebê seja mais tranquila, é preciso tomar algumas atitudes. 

Primeiro, acalme-se! Durante o período de gestação dá e sobra tempo para adestrar e, aos poucos, ir preparando o cãozinho. As mudanças em seu corpo serão evidentes, assim como em seu cheiro e comportamento, ele perceberá que algo está diferente. Você precisa apenas utilizar essas percepções a seu favor, deixando o animal tranquilo antes da chegada de um bebê . Saiba como fazer isso. 

1.    Acostume-se com a ideia de que o cãozinho é o irmão mais velho

via GIPHY

Antes, o cachorro possuía toda a atenção para si e agora terá que se acostumar com a chegada de um serzinho estranho. Não fará bem para o cão ser ignorado nessa nova mudança, é necessário conversar com ele e, aos poucos, deixá-lo fazer parte deste momento.

É imprescindível evitar mudanças de rotinas drásticas na vida do cachorro. Exemplo: o quarto que antes era um escritório transitável, agora se transformou em um local do bebê em que o cão não pode pisar. Ao invés de proibir sua entrada, deixe-o se acostumar com o ambiente e, quando estiver no quarto, leve-o com você. Aos poucos deixará de ser novidade e ele respeitará a ordem de não entrar. Uma dica é colocar grades separatórias na porta, assim, o cachorro pode ver o que acontece no interior do ambiente.

2.    Deixe o cão inteirado das roupinhas, dos objetos e até do enxoval

via GIPHY

O olfato dos cãezinhos é muito apurado e um quarto cheio de novos móveis, roupas, ursinhos e utensílios pode ser uma fonte inesgotável de curiosidade canina. Portanto, deixe o cachorro cheirar os utensílios e, principalmente, as roupinhas do bebê. Assim, quando ele estiver vestindo, será um objeto familiar ao cão. É uma forma de dizer a ele “estou te contando o que está acontecendo”.

Alguns casos, se o cachorro for daqueles agitados, é interessante colocar as roupas do bebê em uma boneca, assim, ele entenderá a posição que a criança terá em seu colo e até se acostumará com seu local de dormir.

3.    As proibições devem ser feitas antes

via GIPHY

Para que o cãozinho não associe um “não” à chegada do novo membro, é necessário que os tutores diminuam a atenção gradualmente e apliquem as proibições antes da vinda do bebê.

Sendo assim, momentos depois da descoberta do filho, o ideal é  sentar com os integrantes da família e decidir quais serão as adaptações e restrições do animal. Desta forma, o tutor terá tempo o suficiente para fazer as mudanças de forma gradual, sutil e efetiva.

4.    Associe o bebê a coisas boas

via GIPHY

Atos como: gritar com o cão quando ele chega perto da criança, ou até mesmo só dar atenção quando o bebê está dormindo, só vão acentuar a desconfiança e frustração do cachorro com relação ao novo integrante.

O ideal é sempre chamar o pet quando estiver com o bebê no colo, conversar com ele e, aos poucos, quando o cão estiver mais acostumado, acariciá-lo ao mesmo tempo que estiver com a criança.

Fique atento! É importante sempre manter a desconfiança e precaução, não é recomendado que o cão fique muito próximo ao recém nascido e, muito menos, sozinho com ele.

5.    Mas e se meu cão ficar enciumado ou agressivo?

via GIPHY

É indicado que, desde filhotinho, o animal seja adestrado e apresentado às pessoas. Se o cachorro já viu, cheirou e entrou em contato com um bebê, a tendência é que receba com mais facilidade o novo acontecimento. No entanto, se esta é sua experiência inicial, é preciso o dobro de cuidado e paciência.

Os choros, os cheiros, a tentativa de fala ou alguns gestos do recém nascido podem incomodar fortemente os cães. Portanto, se você perceber que nada adiantou, é necessário levá-lo ao veterinário para que este possa diagnosticá-lo e indicar o melhor tratamento para amenizar essa euforia.

Quando o assunto envolve as pessoas que mais amamos tudo fica mais difícil e complicado. Como dizemos popularmente, parece que "pisamos em ovos" todo o tempo. Essas dicas, no entanto, ajudarão a otimizar a rotina e fazer da chegada de um bebê um acontecimento lindo para todos os integrantes, inclusive para os cachorrinhos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: (Canal do Pet)






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Operação de proteção da mata atlântica termina com dois presos e mais de R$ 5 mi em multas em Minas
17/09/2018 às 22:01:12

9º Encontro de Cães e Criadores acontece em Itabira, MG
17/09/2018 às 21:35:49

Todo sobre a fauna siberiana
11/09/2018 às 22:45:24

Dicas de como lavar os olhos do seu cão
11/09/2018 às 22:42:55


© Canil Garra 2018. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco