HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

   

RAAS
Conhea o co-guaxinim ou Tanuki 08/04/2017 às 21:25:45

Todos nós adoraríamos que nosso animal favorito tivesse as características de um cão para que pudéssemos tê-lo como bicho de estimação. Isso pode parecer impossível, mas temos boas notícias para aqueles que gostam de guaxinins. Hoje, vamos falar um pouco sobre o Tanuki, um cão-guaxinim japonês muito divertido e com características curiosas.

Não seríamos capazes de dizer se é um cão ou um guaxinim quando o vemos. Neste artigo, vamos analisar a fundo e aprenderemos algumas curiosidades sobre essa espécie tão peculiar.

Origem

O cão-guaxinim é natural do oriente, mais especificamente da China e do JapãoNo entanto, com o passar dos anos, esse animal foi introduzido na região do Cáucaso, podendo ser encontrado em algumas partes da Rússia e da Europa.

Esse animal parece ser o cão mais antigo que existe e faz parte de ditos populares e do folclore japonês desde os tempos antigos. O seu nome, Tanuki, era usado antigamente para nomear mamíferos de porte médio, como gatos selvagens.

Conhecendo o folclore japonês através do Tanuki

Esse animal é travesso e brincalhão e parece ser capaz de mudar de forma e de se “disfarçar“, fingindo ser outro animal, como método de defesa. No Japão, foram erguidas muitas estátuas de Tanukis disfarçados de tartarugas, ou seja, com cascos nas costas.

 

Nessas estátuas, a barriga e testículos dos Tanukis são representados de forma exagerada. Isso criou uma imagem cômica e engraçada que se tornou parte da cultura e do folclore japonês.

Em algumas dessas estátuas, os Tanukis levam os testículos nas costas ou os utilizam como tambores. A tradição de criar essas imagens divertidas e caricatas dos cães-guaxinins começou durante o Período Kamakura.

Surgiram lendas e contos em que os Tanuki enganavam monges e caçadores com seus disfarces. O animal também passou a ser conhecido como um símbolo de fortuna, tendo 8 características especiais:

  • Chapéu para proteger dos problemas e do mau tempo
  • Grandes olhos para ver as circunstâncias e ajudar a tomar decisões
  • Às vezes, carregam uma garrafa de saquê como símbolo de virtude
  • Sua cauda longa, que traz segurança e sucesso
  • Testículos grandes para o dinheiro
  • Uma carta para a confiança
  • Barriga grande que representa decisões tomadas com coragem e calma
  • Sorriso que demonstra amizade

Por todas essas características, o Tanuki se transformou em um animal muito valorizado e querido nos países orientais.

Curiosidades sobre o Tanuki

tanuki-2

Além de todo o folclore criado ao redor das estátuas de Tanukis, esse animal possui muitas curiosidades. Conheça algumas delas:

  • Reprodução. São animais monogâmicos, uma característica que não é tão comum no reino animal. Eles escolhem um parceiro para o resto da vida. Por não ser agressivo, os machos não iniciam lutas pelo amor das fêmeas, mas sim uma competição de odores para saber quem será o escolhido. Quando as fêmeas dão à luz, saem para caçar enquanto o papai cuida dos filhotinhos, geralmente 5 ou 7 a cada ninhada.
  • São medrosos. O medo os paralisa e pode matá-los. Por exemplo, se estão cruzando uma estrada e um caminhão acende os faróis, o Tanuki pode ficar incapaz de se mover. Por causa disso, milhares morrem nas estradas em acidentes de trânsito.
  • Hibernam. Ao contrário dos cães, o Tanuki hiberna durante o inverno. Durante o verão, ele acumula gordura suficiente para sobreviver durante a estação mais fria do ano.
  • Não são parentes dos guaxininsApesar das aparências e do nome, guaxinins e Tanukis não têm nenhum tipo de parentesco. Esses animais são parentes diretos de cães e lobos. Curioso, não é mesmo?
  • Aparência. São como grandes raposas, podendo pesar entre 4 e 9 quilos e medir até um metro e meio. Seu pelo é grosso para protegê-los das baixas temperaturas das regiões frias onde vivem. Sua cauda é espessa e longa (como a dos guaxinins) e suas orelhas são pequenas.

Como você pode ver, o Tanuki é um animal muito curioso e divertido, que ainda segue sendo selvagem e vivendo em seu habitat natural, embora a sua personalidade amável e pacífica permita que sejam bichos de estimação.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: (Meus Animais)






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Existe o co-lobo?
06/12/2017 às 17:17:06

Quais doenas podemos transmitir para os ces
05/12/2017 às 21:24:22

Saluki, o co real do Egito
29/11/2017 às 22:22:21

O que um co potencialmente perigoso?
29/11/2017 às 22:10:18


© Canil Garra 2017. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco