HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

   

RAAS
A raa determina a agressividade do co? 08/04/2017 às 22:40:07

Muitas pessoas tremem só de ouvir as palavras pitbull ou boxer, acreditando que todos os cachorros dessas raças são agressivos. Outros dizem que os chihuahuas são mais violentos, mas não causam tanto medo por serem muito pequenos. Mas será que é verdade que a raça determina a agressividade do cão? A nossa resposta é não, mas vejamos o porquê.

Como tudo na vida, sempre existem exceções. Donos de um pitbull o um boxer dirão que seus peludos não são nem um pouco agressivos. Quem tem um chihuahua provavelmente dirá o mesmo. Por quê? Cada pessoa enxerga o seu animal como o melhor do mundo. Além disso, acreditam que não é a raça, mas a personalidade e a criação do animal que moldam o caráter.

A agressividade de um cão não está nos genes

pitbull

Já é possível afirmar que não, a raça não determina a agressividade do cachorro. Cerca de 4 mil cães, entre eles animais das chamadas raças agressivas, como pitbull e rotweiller, participaram de um estudo sobre o comportamento canino em três ambientes diferentes: junto à família, com a presença de estranhos e nos limites da casa.

Os pesquisadores concluíram que a agressividade não é algo intrínseco do animal, mas um comportamento aprendido. Muitos dos proprietários desses cães, das raças pitbull ou rotweiller, os adotaram para servirem como animais de guarda e acreditam que podem ensiná-los por si mesmos. E quando percebem, o cão já é adulto e não sabe a diferença entre um ladrão ou um amigo da família.

Isso estimula o cão a apresentar comportamentos agressivos que são muito difíceis de eliminar. Enquanto isso, rotweillers e pitbulls que foram adotados para serem apenas animais de estimação apresentam uma personalidade tranquila e carinhosa, como qualquer outro bicho de estimação.

 

O estudo também examinou se talvez o tamanho ou a força poderiam influenciar na agressividade canina. Existia a possibilidade de que cães da raça pitbull ou rotweiller terem criado inconscientemente uma espécie de ego que os levavam a acreditar serem superiores e com direito a tudo. Essa ideia foi totalmente descartada e os pesquisadores concluíram que, na maioria da vezes, a agressividade era criada, querendo ou não, pelos próprios donos.

Os maus-tratos é que são a causa da agressividade

Às vezes, os donos tentam amar e cuidar com carinho de seu cão, mas ele não responde. Situações como essa são comuns quando adotamos um cão já adulto. Talvez ele tenha sido vítima de maus-tratos.

Não importa a personalidade agradável que um cão possa ter, se ele for maltratado de alguma maneira, reagirá agressivamente.

 

Os castigos também despertam a agressividade animal

doberman

Os castigos físicos e emocionais são algumas das principais causas da agressividade canina. Ao ser exposto a qualquer tipo de dor, o animal pode reagir através de violência e agressividade como forma de defesa.

Ensinar qualquer tipo de ordem ou comportamento a nosso cão nunca deve incluir castigos. Está cientificamente comprovado que o reforço positivo é a melhor maneira de ensinar um animal.

O reforço positivo consiste em parabenizar o animal pelo bom comportamento, evitando vigiá-lo e reagir agressivamente quando ele não obedece a alguma ordem ou se comporta de maneira errada. Tenha em mente que o cachorro é um ser vivo e, assim como nós, gosta de ser tratado com amor e carinho. Desse modo, ele nunca dará sinais de rebeldia.

Está mais do que confirmado que a raça não determina a agressividade de um cão, mas sim a criação, o ambiente e aqueles que o rodeiam.

 

 

 

Fonte: (Meus Animais)






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Existe o co-lobo?
06/12/2017 às 17:17:06

Quais doenas podemos transmitir para os ces
05/12/2017 às 21:24:22

Saluki, o co real do Egito
29/11/2017 às 22:22:21

O que um co potencialmente perigoso?
29/11/2017 às 22:10:18


© Canil Garra 2017. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco