HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

    Rede Aleluia Anuncie

ODONTOLOGIA CANINA
Tártaro em cães pode levar a infecções e meningite 26/05/2014 às 17:55:42

Enquanto muitos donos de pets nem mesmo sabem da existência de profissionais como os dentistas veterinários, a boca de seus cães de estimação segue aberta para a entrada de uma série de problemas e complicações que podem se tornar ainda mais graves quando ignorados ou não tratados.

Assim como no caso dos seres humanos, o tártaro na dentição também é um problema real no mundo dos cachorros – surgindo em função do acúmulo de restos de alimentos nos dentes do animal, que forma uma placa de bactérias e pode causar problemas que vão muito além das simples e conhecidas cáries.

Ao contrário do que muitos possam acreditar, não é somente a saúde oral dos cães que sofre com o tártaro. Sem o tratamento e a higienização correta, a placa bacteriana que se forma nos dentes pode entrar em contato com vasos sanguíneos do bicho e se expandir para muitas outras regiões do corpo, provocando infecções generalizadas e doenças graves como a meningite.

Para evitar este tipo de problema na saúde do seu pet canino, a solução é a mesma adotada pelas pessoas: escovação diária dos dentes. Embora boa parte dos donos de pets não tenha este costume, escovar os dentes dos cães todos os dias e realizar visitas periódicas ao dentista veterinário são medidas fundamentais para manter a higiene oral do pet e afastá-lo de problemas como o tártaro (também conhecido como cálculo dentário). Devendo ser realizada, pelo menos, três vezes por semana, a escovação dos dentes de cachorros jamais deve ser feita com as escovas ou pastas dentais usadas pelos humanos – já que, os produtos voltados para as pessoas podem prejudicar os animais, e o mercado pet já oferece tais acessórios específicos para o cuidado oral de cachorros entre os seus produtos. Além da falta de higiene, alimentos não produzidos especificamente para animais também podem favorecer o aparecimento do tártaro nos seus dentes e, por isso, uma dieta balanceada e composta por rações e petiscos é sempre a melhor opção pra manter seu bichinho de estimação saudável e longe de problemas. 

Para os que não conseguiram fazer a prevenção, é bom ficar de olho nos sinais que o animal dá, buscando identificar a existência de complicações bucais e do tártaro. Mau hálito, falta de apetite e dor ao mastigar são alguns dos sintomas mais clássicos do cálculo dentário nos cães. Tendo em vista que essa placa de bactérias pode causar problemas na boca, nos rins, no fígado e até no coração dos pets, não hesite em levar o seu bichinho de estimação à um dentista veterinário ao notar estes sinais.

Clique no link a seguir e saiba onde encontrar profissionais dentistas veterinários.

Matéria validada pela Dra. Raquel Madi (CRMV – SP 20.567), Médica Veterinária formada pela Universidade Estadual de Londrina – PR e responsável pelo setor de Radiologia, Ultrassonografia e Ressonância Magnética em Hospital Veterinário de São Paulo. Dra. Madi é integrante da equipe de veterinários do portal CachorroGato.

 

 

Fonte: (http://mulher.terra.com.br/)






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Como fazer uma papinha para o desmame dos filhotes?
22/01/2018 às 22:16:15

Seu bebê e um gato podem conviver bem?
22/01/2018 às 22:12:17

Como treinar seu cão para fazer exames?
22/01/2018 às 22:09:13

Você sabia que existe comida congelada para cachorro?
22/01/2018 às 22:04:41


© Canil Garra 2018. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco